Ter conhecimento não é ter inteligência

Não é somente o conhecimento que temos que faz de nós pessoas bem sucedidas e de referência no âmbito social e pessoal, e sim, juntamente a forma como encaramos as situações em sua decorrência. Vemos e convivemos com casos diários de pessoas que atuam em cargos de chefia que não tem nível superior e são verdadeiros exemplos em seus afazeres.
Nem sempre teremos o conhecimento e as ferramentas suficientes para resolver todas as situações que aparecem diante de nós, porém deveremos adotar uma postura ponderada para conseguirmos enfrentar e não desestabilizarmos nos momentos mais delicados da vida.



O conhecimento técnico, a quantidade de informações que carregamos, a qualidade e nem a quantidade de livros que lemos de nada valem se não tivermos inteligência suficiente para a aplicação dessas dádivas que nos são concedidas. Uma melhor orientação é aconselhada para que não troquemos os pés pelas mãos e nem sejamos tolos de acharmos que somos os donos-da-verdade somente por ostentarmos diplomas que temos e não pela nossa diplomacia e ponderação.



Uma dica é de tentar se pôr no lugar da pessoa que está em uma situação de abalo emocional, e ai sim aplicarmos nosso conhecimento em prol do altruísmo. Evitar o julgamento do estado como o outro se encontra é vital por não termos o conhecimento todo das reações humanas e nem sabemos da vivência de quem sofre.
Nunca deixe de aprender e nem de buscar novas experiências para ampliar seu leque de situações. Que elas sejam das mais adversas e mais carregadas emocionalmente, somente assim você estará aprendendo o real sentido da sua existência. Caso contrário você somente estará a passeio pela vida.

Fonte de imagens:
http://www.apostilasbr.com.br/wp-content/uploads/2009/12/inteligencia1.jpg
http://3.bp.blogspot.com/_EQ8cumBUFPM/S9hxgAFEEQI/AAAAAAAAAIw/mt4ZGUjORxQ/s320/ia.jpg

0 comentários:

Postar um comentário